English French German Spain Italian Dutch

sexta-feira, 11 de abril de 2008

Um conto no canto do Pelourinho

Naquela noite o Pelourinho não tinha mais graça!
E eu cercado por desgraças e estrangeiras fúteis e de fácil convívio
Lembrava-me de uma mulher em especial que dias antes tinha visto.
Tentava entender por que eu quando a vi recuei e parti
Fui para o mais longe possível daquela beleza extremamente pura e simples.
Ela tinha tudo para ser vaidosa e boba.
Mas, lançava fantasia e luz!
Quando menos esperava do mundo. Ele trás justamente essa fonte de energia para minha frente!
Acompanhada de um amigo meu.
Eu fiquei sem palavras e com medo. Nunca tinha me sido dado á possibilidade de conviver com alguém assim.
E a minha enorme capacidade de fazer as merdas acontecerem me dizia para me afastar. Enquanto meu coração me empurrava e bombeava forte em direção dela.
Só precisavam de um lugar para fumar um baseado!
Levei-os até a minha humilde casa!Falei como nunca enquanto fumava. Nunca mais eu havia fumado e me senti totalmente á vontade com aqueles olhos verdes me fitando.
O resto do mundo passou á ser nada!
Cada vez mais eu me sentia atraído pela luz que ela exalava.
Fui inalando suas palavras e o doce tom de sua voz rouca.
Não sei de onde me veio á coragem e a trouxe em meus braços para um beijo!
Descrever aquele momento até hoje é muito difícil!Não consigo entender o que senti até hoje.
Sei que beijei com amor e com amor fui beijado!
Depois, do beijo a rua!Á noite!
Fomos juntos ver o mundo e neste dia o mundo era o Pelourinho.
Não enxergava mais as crianças pedindo dinheiro, os gringos em busca de sexo fácil ou os caçadores de gringas exercendo seu oficio!
Eu os entendo por elas eles são valorizados pela cor de sua pele e respeitados por sua vida dura.
Enquanto, as mulheres daqui os desprezam.
Conheço muitos que hoje estão bem e modificaram suas vidas por conta de uma oportunidadeque uma mulher estrangeira deu para eles.
Não os culpo!Se renegam o país. O país já os renegou há muito tempo.
Partimos para um show de reggae num lugar simples e lotado.
Tudo de bom e de ruim reunido no mesmo local. Mas, eu nada via ou sentia. Dançava embalado pelo ritmo dos nossos corações.
Eu tentava me entregar. Mas, já havia me entregue desde a primeira vez que eu a vi!
Depois, tive o prazer enorme de apenas respeita-la e dormir abraçado com ela.
De sermos puro carinho e sensibilidade.
E eu pude entender que do meio da lama podem brotar as mais lindas flores e espalhar seu perfume pelo planeta!

Continua...

3 comentários:

Akinogal disse...

Attention! See Please Here

GPS disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the GPS, I hope you enjoy. The address is http://gps-brasil.blogspot.com. A hug.

Nenos disse...

See Please Here